quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

As diferenças entre living doll, gyaru e make cute;


Oi gente! Quanto mais eu me envolvo na LD, mais eu vejo confusões sendo feitas. Living doll sendo chamada de gyaru, gyaru sendo chamade de living doll, make cute sendo vista com living doll dentre outras confusões. Então, decidi fazer essa postagem clocando as diferenças entre cada.


Primeiro, vamos definir superficialmente e de forma genérica:

Living doll é um tipo de maquiagem/estilo que, literalmente, deixa a pessoa que o usa muito próxima da aparência de uma boneca, independente de qual boneca seja. O estilo é muito amplo e pode ter maquiagens muitos pesadas (como a Anastasiya) ou muito leves, como a da Dakota Rose.


Gyaru é um estilo de rua japonês, onde o visual tem como finalidade se aproximar à aparência ocidental. Existem diversas variações do estilo, mais bonitinhas, mais ousadas, mais maduras, e da mesma maneira que as roupas podem mudar, a maquiagem também não é 100% uma constante. O estilo é tão consolidado no Japão que existem marcas de roupas e maquiagem voltadas para o mesmo, assim como revistas, e grupos de seguidoras em todos cantos do mundo.



Make cute não pertence a um estilo visual ou outro, é uma maquiagem aderida, na maioria das vezes, por seguidoras de diversos estilos de rua japoneses onde você vê cílios postiços, lentes de contato, blush dentre outros fatores. É muito comum em fairy kei, lolita, pastel goth, cosplays até, dentre ooouutros.



Agora que temos um parâmetro, vamos as diferenças por componentes da maquiagem:

Contorno/Iluminação: obrigatório tanto em Living Doll quanto em gyaru, e nem tanto assim em make cute. A diferença é que em living doll, o contorno tende a puxar o rosto para o formato de V, sendo este o formato do rosto de bonecas muito conhecidas como BJDs. Já em gyaru, o contorno/iluminação são livres. O nariz tende a ser muito mais fino mas o contorno do rosto segue, na maioria, a natureza do rosto de quem usa, muito diferente de Living Doll onde o formato do rosto diferente pode afetar significantemente no resultado final da maquiagem.




Blush: Usado nos três. Em gyaru, nem sempre o blush é aquele rosinha algodão-doce que se vê em maquiagens cute. Nem toda gyaru tem a intenção de parecer delicada e algumas até não usam. Em living doll, o blush não é obrigação, mas, muito frequente. Sendo rosa para bochechas rosinhas ou marrom para fazer sardas, o blush é usado para dar diferentes tons na maquiagem de living doll.
   
Cílios postiços: Presente nos três. Diferente de gyaru e living doll, os cílios quando em maquiagens cute, na maioria das vezes assumem o mesmo lugar dos cilios naturais, apenas alongando ou dando volume para o que já existe. Já em Living doll, os cílios podem ser usados de maneira dramática para deixar os olhos bem abertos e dar um novo formato aos olhos. Em gyaru, os cílios também dão um novo formato aos olhos, no entanto, não existe tanta restrição em relação a posição ou modelo, desde que sejam grandes o suficiente para atingir o "feeling gyaru" está adequado. Em living doll, os inferiores, quando usados, tendem a ser mais naturais em relação aos superiores bem volumosos.



Aumento do olho: Diferente de living doll, o lápis branco caiu por terra a anos em gyaru. é muito dificil ver gyarus usando lápis branco em excesso, coisa muuitoo comum em 95% dos estilos de living doll. Em maquiagens cute, o lápis branco aparece na linha d'água e no ducto lacrimal, mas não em excesso. Dos três, o único que tem olhos grandes como obrigatório é living doll.




Boca: é comum em living doll e maquiagem cute ver gradient lips. Pode ser usado nos dois e a finalidade é a mesma: ficar com a boca delicada como a de uma BJD. Mas, em ambos, o estilo da boca é livre. Na maioria das maquiagens cute, a escolha do batom vai pelo rosa ou algum gloss, a cor pode se repetir em living doll e gyaru.



Circle lenses: Presente nos três, obrigatório em gyaru e living doll. A intenção da circle lens é a mesma: aumentar os olhos e as vezes mudar a cor. Mas, em living doll, as CLs trazem algo de "esquisito" para o visual, tornando-o mais "sintético".



No fim das contas, a diferença principal é o conjunto. Uma gyaru pode lembrar uma boneca assim como uma moça de pastel goth pode. O principal é a intenção de quem usa. A mesma maquiagem pode ser vista de diferentes maneiras, mas a forma como quem usa apresenta também faz diferença. Logo, se a mina se diz gyaru, não chama ela de LD. 8DDD

É isso!

Curtiram?

Nada a ver, mas fica o vídeo: F.A.Q. sobre cabelos com anilina:


bye-bye

2 comentários:

  1. Véi, véi, VÉEEEEEEEEEEEEEEEEEI. Isso ficou foda pra caralho! Faça mais coisas assim!

    ResponderExcluir